O VALE DO CATIMBAU


Literatura de cordel

O VALE DO CATIMBAU
Autor: Paulo Tarciso

Me escutem caros ouvintes
Pois quero apresentar
Um vale muito encantado
Que existe neste lugar
Beleza não tem igual
O Vale do Catimbau
Convido você ir lá.

Montanhas, vales e cores
Água limpa e cristalina
E as areias coloridas
Em cada lugar fascina
No Paraíso Selvagem
Tem uma bela paisagem
E água que vem da mina.

Se balançar nos coqueiros
Vendo o pássaro cantar
E tomar banho de bica
Bom prato deliciar
Subir naquelas montanhas
E penetrar nas entranhas
Da terra pra descansar.

Veja a “Serra do Cachorro”
O “Alcobaça” também
E na “Pedra do Serrote”
Beleza igual não tem
O “Dedo de Deus” em pedra 
E muita gruta e caverna
E plantas são mais de cem.

Lá tem a “Flor do Leão”
“Canafístula” também há
“Craibieira” tem de monte
“Barriguda” já vi lá
A também “Pé de Ipê” 
Tem de montão vá lá vê
Se quiser pode filmar.

Tem escritas milenares
Que contam muita história
Dos nossos antepassados
Para ficar na memória
Vá conhecer, não retarde
Seja manhã ou na tarde
A despesa e irrisória.

Não deixe de conhecer
Os índios Kapinawá
Sua tribo, sua história
Sei que vocês vão gostar 
As obras de Zé Bezerra
Se for lá tenho certeza
Todos desejam voltar.

Zé Bezerra é criativo
Faz boneco de madeira
Tocando o seu “birimbau”
Na descida da ladeira
É um lugar diferente
Pois vamos lá minha gente
Faz parte da brincadeira.

Tem também Luiz Benício
Que é um artista artesão
Conhecido Luiz Carlos
Nessa arte é campeão
Trabalhando com madeira
Esculpe com a mão ligeira
Conforme a imaginação. 

Grande parque arqueológico
Território Federal
62 mil hectares
É tudo fenomenal
Turistas do mundo inteiro
Já fizeram o seu roteiro
E também dão seu aval.

Ingleses e americanos
Franceses “tiveram” lá
Alemão e Mexicanos
Disseram: “Belo lugar !”
Até gente de Israel
Já compararam com o céu
Ao ver pássaros cantar.

Nossos irmãos argentinos
Já visitaram também
Faltou vir o Maradona
Mas viu a foto e deu cem
Se você quiser ir lá
É só com os guias acertar
Não vai se perder ninguém.

Se quiser ir lá nos Breus
Belo lugar conhecer
Sua história e os mistérios
É bem pertinho vá ver
Uma bela caminhada
Pode levar sua amada
Ela não vai esquecer.

Mas vou lhe dar um conselho
Esse terá que cumprir:
Leve câmara pra filmagem
E fotos para imprimir
Porque a cada paisagem
Você terá uma imagem
Pra se lembrar e curtir.

Tem cemitério indígena
Lá mesmo no pé da rocha
Tem grutas e todas belas
Se quiser fogo tem tocha
Se precisar de uma mão
O povo de capelão
Lhe dar um abraço que arrocha.

Se quiser sair em blog
Lhe indico um de sucesso
“Blog Catimbau em foco”
Tem milhares de acessos
Álisson o seu diretor
Muita matéria postou
Traz a notícia e o progresso.

Catimbau tem muita história
É terra de tradição
Se você voltar no tempo
Vai lembrar que Lampião
Já andou naquela trecho
Me disseram eu não esqueço 
Por isso faço menção.

Famílias tradicionais
De moral e de respeito 
“Cavalcantis” e os “Ramos”
Que moram dentro do peito
Os “Ferreiras” estão presentes
E um vereador decente
O Melk que foi eleito.

Os “Siqueiras” são um povo
Decente e batalhador 
Os “Domingos” é tradição
Família que se espalhou
Como faz boa raiz 
E onde chega é feliz 
Com amizade e amor.

Pra chegar em Catimbau
É fácil vou lhe ensinar
Se você vem do Recife
Em Arcoverde ao chegar
É só olhar um aviso
Ou perguntar a um amigo 
E em Buíque chegar.

Chegando aqui em Buíque
Siga o esfalto adiante 
Como se fosse passar
Tupanatinga avante
Mas pelo lado direito
Tem um aviso perfeito
Com a “Serra do Elefante”.

Da cidade para a vila
É de barro a estrada 
Mas é pertinho, garanto
De carro digo a jornada
Não chega nem dez minutos
De bicicleta é que curto   
Inda é melhor a parada.

Leve câmara pra fotos
Ou mesmo para filmar
E camiseta de malhas
Óculos de sol colocar
E pra não queimar a pele 
Eu recomendo que leve
O seu protetor solar.

Escolha, então, um bom grupo
Faça um bom passeio então
E marque na sua agenda
Na sua programação
O VALE DO CATIMBAU
É um turismo legal
Um grande abraço do irmão. 

Buíque, 04 de abril de 2014

PAULO TARCISO FREIRE DE ALMEIDA
Autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário