NINGUÉM MAIS QUER SE PLATÉIA TODOS QUEREM SER ARTISTA



NINGUÉM MAIS QUER SE PLATÉIA
TODOS QUEREM SER ARTISTA
Por Paulo Tarciso

Nesses dias atuais
Algo me chama a atenção
E vou dizer a razão
Dessa minha poesia
Vejo muita energia
Gente sendo ativista
Grande mesmo é a lista
Na traseira ou na boléia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Ninguém quer ficar no banco
O palco é seu ideal
Ninguém mais quer ser igual
Grande é a concorrência
Parece que é emergência
 Cabem muito nessa pista
Pintor, poeta ou sambista
Cada um com sua idéia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Se você for criativo
E faz uma arte qualquer
Seja homem ou mulher
Não importa a idade
Seja de qualquer cidade
basta ser idealista
Não deve ser moralista
Crie a sua odisséia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Ninguém quer ficar oculto
Sem mostrar a sua parte
Tem espaço, sim na arte
Basta você “se mostrar”
Seja em qualquer lugar
Na praça, escola ou na pista
Culinária ou trapezista
Seja João ou Dulcinéia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Muitos artistas de rua
Se destacam na TV
Mostrando e mim e a você
Que é bom investir na arte
Seja em grupo ou a parte
Não seja individualista
Até eu sou cordelista
Fiz a minha epopéia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


odos querem ser destaque
Neste mundo de ilusão
Para chamar atenção
Cada um tem sua arte
Não se usa bacamarte
Se seu anzol tá sem isca
Não vai ter peixe na lista
Não se atira com combréia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.



Quem quer sempre está na mídia
Tem que ser atualizado
Pois sem trabalhar suado
Não chega a lugar nenhum
Já virou lugar comum
Quem tá assim sai da pista
Preste atenção no ciclista
Bicicleta não é “véia”
 Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


É gente fazendo live
Mostrando habilidade
Fazendo com qualidade
Terá muitos seguidores
Do mesmo jeito os atores
Seguem o seu texto na risca
Não sai do palco pra pista
Se for assim não debréia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Na música ou na poesia
Na dança ou no desenhar
Até o barro amassar
A arte está bem presente
Seja balada ou repente
A arte tem que ser vista
Violeiro ou baterista
Não sofrendo dispnéia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.




Escrevendo prum jornal
Quem tem site organizado
Bom manter atualizado
Faça tudo em maestria
Pra ter sucesso na vida
 Tem que ter golpe de vista
Não pode fugir da pista
Veja a abelha na colméia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.

O Gentili na TV
Sikeira do outro lado
Whindersson Nunes afamado
Bráulio Bessa em poesia
Palhaço faz alegria
Quem se arrisca não petisca
No natal tem pisca-pisca
Doce gostoso em geleia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.


Encerro aqui meu cordel
Deixando assim meu recado
Para quem do outro lado
Verá minha poesia
Na tristeza ou na alegria
Quem crer em Deus não se arrisca
Antes de encerrar a lista
Me lembrei da Wanderléia
Ninguém mais quer ser platéia
Todos querem ser artista.

Buíque, 10 de Julho de 2020

Paulo Tarciso Freire de Almeida
Autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário