SÁTIRO QUEIRÓZ



UM SÉCULO DE VIDA
VAMOS SIM COMEMORAR
SEU SÁTIRO BEM QUE MERECE
POR SUA VIDA  EXEMPLAR

Por Paulo Tarciso


Nesta data tão marcante
Estamos a celebrar
Uma data importante
Temos, sim, que festejar
Afinal não é todo dia
Que se junta uma família
Pra juntos comemorar.


Um século de vida e honra
Trabalho e honestidade
Uma família exemplar
De muita dignidade
Sátiro Queiróz de Azevedo
De vida não teve medo
Honra pra nossa cidade.


Taquaritinga do Norte
Sua cidade natal
Mas escolheu foi Buíque
E esta deu seu aval
Aqui foi agricultor
De carvão foi vendedor
Só fez o bem nunca o mau.

Ele teve cinco irmãos
Os seus nomes vou lembrar
Maria José, a primeira
D. Anália, exemplar
Carlinda foi a terceira
Seguindo nessa fileira
Josefa vem completar.
Seu Cecílio eu conhecei
Com ele cortei cabelo
Teve o Firme, homem bom
Inda cheguei conhece-lo
Maria Felix, a mãe
E digo o nome do pai
Seu João Queiroz de Azevedo.
No ano sessenta e três

Seu Sátiro foi motorista
De Buíque a Arcoverde
Estrada ruim e sem pista
Estudantes transportou
Muitos deles se formou
Segue assim a minha lista.

Veraneio era seu caro
Conhecido na cidade
Exemplo de motorista
Sempre agiu com lealdade
Miudeza adquiriu
Baiano lhe transferiu
Seu Sátiro é capacidade.

Conheceu a sua amada
Nome Dona Severina
Foi nos idos de quarenta
Esse nome lhe fascina
Perdê-la foi a maior dor
Assim ele me contou
Essa fui uma triste sina.

Vou dizer agora os nomes
Dos filhos desse casal
Primeiro Maria José
Luzinete deu sinal
José Queiróz o terceiro
Severino outro herdeiro
Meu amigo que é leal.

Tem também a Doraídes
Que em Recife foi morar
Vez por outra está aqui
Pra familiar visitar
Nos tempos da adolescência
Amiga por excelência
Muito me honra aqui está.

Por fim digo parabéns
Pra seu Sátiro e sua essência
Um exemplo de trabalho
Honestidade e decência
Um século de ensinamento
A todo e qualquer momento
Um exemplo de vivência.

Que Deus abençoe a todos
A família e cada lar
Dê saúde a cada um
E uma vida exemplar
Para o aniversariante
Convido nesse instante
Parabéns vamos cantar.

”Parabéns a você nesta data querida....”


Buíque, 12 de agosto de 2.018
Paulo Tarciso Freire de Almeida
Autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário